Dívidas ocultas: Departamento de Justiça garante usar todos os meios para levar acusados à justiça nos Estados Unidos

0
274

As autoridades judiciais americanas avisaram que vão usar todos os meios legais possíveis para levar a tribunal, nos Estados Unidos, os responsáveis pelo escândalo das chamadas “dívidas ocultas”.

Desde que várias pessoas, incluindo o antigo ministro moçambicano das Finanças Manuel Chang, foram detidas, destacadas entidades do Departamento de Justiça e da polícia federal dos Estados Unidos, o FBI, esta é a primeira vez que as autoridades americanos pronunciaram-se sobre o caso, sublinhando a gravidade com que veem nos alegados crimes cometidos.

Brian Benezkowski, procurador-geral adjunto da Divisão Criminal do Departamento de Justiça, disse tratar-se de um descarado esquema criminoso internacional em que funcionários moçambicanos corruptos, directores de companhias e de bancos de investimentos roubaram 200 milhões de dolares de empréstimos que deveriam beneficiar o povo moçambicano.

“O Departamento de Justiça e os nossos parceiros estão empenhados em usar todos os meios a nossa disposição para levar a tribunal aqueles que se envolvem em lavagem de dinheiro, fraude financeiro e corrupção a custos de investidores dos Estados Unidos, onde quer que esses indivíduos estejam”, garantiu Benezkowski numa declaração emitida por aquele órgão.

 

Por seu turno, o procurador de Nova Iorque Richard Donoghue revelou que os indiciados estiveram envolvidos “numa fraude e num esquema de subornos grande que retiraram vantagens do sistema financeiro dos Estados Unidos, defraudaram os seus investidores e tiveram um impacto adverso na economia de Moçambique, para encherem os seus bolsos com centenas de milhões de dólares”.

Quem também se pronunciou foi o director adjunto do FBI, Charge Sweeney, para quem as acusações provam que “quem quer que seja ou em que posição de poder estiver, não está¡ imune a acusações”.

Sweeney garantiu que “o FBI vai continuar a usar todos os recursos a disposição para desvendar crimes desta natureza e expô-los”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here