Três tipos de flexões para três objetivos diferentes

0
107

As flexões são dos exercícios mais básicos e simples, mas a sua execução fica muitas vezes aquém do desejado.

Trabalhar os braços, a barriga e as costas de uma só vez? Com as flexões isso é possível e de forma rápida e eficaz, contudo, este é um dos exercícios cuja execução fica mais vezes aquém do desejado.

Embora o movimento pareça simples (fletir os braços, levando o corpo plano ao chão), fazer uma flexão não é fácil, especialmente se quisermos tirar um determinado proveito dela.

Para facilitar a vida aos iniciantes no mundo do desporto ou a quem quer simplesmente incluir os também chamados push ups na rotina de treino, o site Deporte y Vida do jornal As elaborou uma espécie de guia de flexões para participantes. Eis os aspetos a ter em conta:

1 – Quem pretende trabalhar mais o peito à boleia das flexões deve afastar mais as mãos;

2 – Se pretende trabalhar mais os bíceps, as mãos devem estar por baixo da zona do esterno (osso que se situa na parte anterior do peito e no qual se articulam as costelas e as clavículas);

3 – Quem pretende trabalhar mais o músculo deltíide (que fica no ombro, isto é, entre a clavícula, a omoplata e o úmero) deve fazer a flexão com elevação inferior, ou seja, com os pés apoiados numa superfície mais alta.

Para que qualquer tipo de flexão seja eficaz, diz a publicação, recomenda-se a repetição de 15 flexões em três séries, com descanso de três minutos entre cada.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here